Loading…
 +351 253 208 230 [chamada para rede fixa nacional]

Unless the Water is safer than the Land

Unless the Water is safer than the Land
Unless the Water is safer than the Land

16 setembro 2023 | 18:00 - 02 dezembro 2023 | 18:00

SABER MAIS
  • Data: 16 setembro 2023 | 18:00 - 02 dezembro 2023 | 18:00

Descrição

"Unless the Water is safer than the Land”, uma exposição de Paulo Arraiano, inserida no âmbito dos Encontros da Imagem 2023.

A 33ª edição dos Encontros da Imagem, pretende explorar os desafios que continuam a ser vividos e as conversas que ainda são necessárias: a representatividade e a inclusão, a sustentabilidade ambiental, a política do quotidiano e os movimentos sociais como forças poderosas de mudança. Há uma necessidade urgente de ouvir e parar. Se as democracias mostram sinais de fragilidade e os extremismos ganham espaço no frenesim do mundo virtual e da vida real, deve-se parar para pensar em novas formas de organização, de modos de vida e de criação. A edição de 2023, terá exposições e outras atividades desde 15 de setembro a 28 de outubro.

O universo visual de Paulo Arraiano (Portugal, 1977) reside numa dualidade que funde o natural e o artificial, natureza e urbanidade, emergência e criação. Na intersecção entre estes dois mundos aparentemente opostos e exclusivos, conseguiu estabelecer um novo equilíbrio que emerge da energia primitiva que flui entre um e o outro e se encontra na raiz da sua dialéctica visual. Procurar a sociedade mesmo antes da referência “homem”. Um território, um corpo, a deriva por fluxos de energia. O trabalho plástico de Paulo Arraiano tem vindo a debruçar-se sobre o território imaterial e a sua ligação com o território físico: car- tografias emocionais onde o corpo age como uma extensão da natureza, através de um registo assente no movimento e na fluidez da ligação à raiz, procurando trazer para a cidade a energia que esta tende a esquecer. No trabalho do artista plástico, o desapego pela obra original enceta a deambulação emocional num novo corpo/ espaço dialogante, um cruzamento entre a cartografia urbana e os meridianos do corpo humano num alinhar de premissas para uma obra de “acupuntura urbana”. Procurando pontos de conflito, bloqueios, fluxos emocionais e energéticos a serem retribuídos ao espaço geográfico.

Qual é a diferença entre um tubo de ensaio e uma paisagem pós-apocalíptica? Entre um aquário e o oceano primitivo? O tempo e a presença de pessoas. A ideia de alguém a observar, a controlar.

Numa destas alternativas, aquela presença não existe. O que existe sempre é o desenvolvimento, natural ou não, de um microcosmo autónomo, de um ecossistema afastado do perigo humano. Antes ou depois da catástrofe (pode não importar), mas próximo daquilo a que chamamos ambiente natural, também conhecido como Natureza. Um conceito com que sempre tivemos dificuldade em nos identificarmos sem cair na dicotomia entre pura inocência pré-adâmica versus utilitarismo capitalista(…)

(…) Porque se é verdade, como o título sugere, que os humanos têm de restabelecer o contacto com a sua biofilia inata, talvez a questão mais pertinente não seja que bios queremos ou que bios nos esperam, mas qual é a forma correta de amar, que philia queremos. Ou seja, quão longe estamos do que prezamos, como olhar para o que é apreciado e como interagir com isso. Sem objetificá-lo, mas também sem glorificá-lo. Se também é verdade que a vida é “a capacidade de preservar e produzir imagens”, como refere Coccia sobre a vida sensível, a nossa perspetiva está estreitamente associada à nossa forma de cuidar. E a instalação de Paulo Arraiano é, para além de uma tentativa de “amar a vida” novamente, uma tentativa de olhar para a vida da forma certa de novo. Uma forma de ser um stalker no bom sentido. Talvez da mesma forma que o protagonista do filme de Tarkovsky entra no que ele designa de The Zone.

Saber mais: https://forumartebraga.com/Exposicoes

+2898418

VISITANTES

+1210

EVENTOS

+260

CONGRESSOS

+444

ESPETÁCULOS

Conheça todos os eventos

Agenda

Conte connosco para a organização do seu evento

No Forum Braga encontra espaços e uma equipa com vários anos de experiência que vão tornar o seu evento inesquecível.

Parceiros de Negócio

Altice

FORUM BRAGA

Um fórum moderno, interativo e ambientalmente sustentável, pensado e feito para as pessoas. Um ponto de encontro para negócio, cultura e com múltiplas valências para fazer sonhar e concretizar todo o tipo de experiências.

JÁ DISPONÍVEL | App Forum Braga

Contactos

Av. Dr. Francisco Pires Gonçalves
4715 - 558 Braga
Ver Mapa
Obter Direções

T.: +351 253 208 230[chamada para rede fixa nacional]